0

Barack Obama "Eu tenho tem a força"


"Forbes" elege Obama o mais poderoso do mundo; Lula é 33ºDa EFE

Nova York, 12 nov (EFE).

- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é a pessoa mais poderosa do mundo, segundo uma lista elaborada pela revista "Forbes", em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece em 33º.
Segundo a "Forbes", o líder americano, de 48 anos, chegou à primeira posição do ranking por presidir "a maior, mais inovadora e mais dinâmica economia do mundo".
"Obama dirige, além disso, as Forças Armadas mais ricas e mortíferas do mundo, tem acesso a um arsenal nuclear de mais de cinco mil mísseis, é o chefe de Estado da única superpotência mundial, seu partido tem a maioria na Câmara de Representantes e no Senado americanos, e ganhou o Nobel da Paz", explica a revista.
O presidente da China, Hu Jintao, de 66 anos, é o segundo na lista, por ser o "líder político supremo" de 1,3 bilhão de pessoas e, entre outras coisas, ter evitado "a derrubada" da economia chinesa.
A terceira pessoa mais poderosa do mundo para a "Forbes" é o ex-presidente e agora primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, de 57 anos.
Os outros entre os dez primeiros do ranking são, nesta ordem, o presidente do Federal Reserve (banco central dos EUA), Ben Bernanke; os fundadores do Google, Serguei Brin e Larry Page; o magnata mexicano Carlos Slim; o australiano Rupert Murdoch; o presidente do Wal-Mart, Michael Duke; o monarca saudita Abdala bin Abdelaziz Al-Saud; e o fundador da Microsoft, Bill Gates.
Após eles, aparecem personalidades como o papa Bento XVI (11); o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi (12); o multimilionário Warren Buffet (14); a chanceler alemã, Angela Merkel (15); a secretária de Estado americana, Hillary Clinton (17), e o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg (20).
A "Forbes" também deu espaço para o que chama de "criminosos poderosos" e coloca na lista o líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, que ocupa a 37ª posição, e o traficante mexicano Joaquín Guzmán, que aparece em 41º. EFE

Fonte: Portal G1

0 comentários: