2

Falsificação é crime - Hèrmes X 284

A marca 284, dos filhos de Eliana Tranchesi, a dona da Daslu, em sociedade com outra socialite, Helena Bordon, está sendo processada pela grife de luxo Hèrmes.
Em despacho do último dia 7, a marca foi proibida de comercializar a "bolsa 284", inspirada na clássica bolsa Birkin, lançada em 1984.
A peça, que começou a ser comercializada em meados de 2010, na linha de inverno I’m Not The Original [Eu Não Sou o Original, em traducação livre para o inglês], é praticamente igual ao modelo legítimo.
Segundo a Hèrmes, só mudam os materiais, no caso o moleton. Além disso, a grife francesa alega que brasileira faz menção direta ao produto original em seu blog, apropriando-se do nome Birkin.
No despacho, a 284 fica proibida de "produzir, importar, exportar, manter em depósito e comercializar a 'bolsa 284', descrita na petição inicial, sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$10 mil".


Caramba! As "socialites" são as rainhas da falsificação!


 
Beijus

2 comentários:

Daniela Rhodry disse...

Puxa vida!!! Lamentável uma notícia como esta! Alguns brasileiros denigrem demais a imagem do Brasil lá fora!

;)Bj
Danie
www.lindaecheiadegraca.blogspot.com

Anônimo disse...

Que isso gente... isso nao acontece só no brasil como a daniela disse nao... chineses sao mestres em falsificacao... a 284 bem diz que: I'm not the original... falsificacao é qnd vc copia e vende dizendo q eh a verdadeira...